Solicite Orçamento

Clique para Solicitar

O que são focos de dengue e como acabar com eles?

O que são focos de dengue e como acabar com eles?

O que é a dengue?

Causada por um vírus da família Flaviviridae, a principal forma de transmissão em humanos é por meio da picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti. A dengue é uma doença viral que faz parte de um grupo de doenças denominadas arboviroses. O vírus é transmitido pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti, possuindo quatro sorotipos diferentes: DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4 — todos podem causar as diferentes formas da doença. Sendo assim, uma pessoa pode ter dengue até quatro vezes ao longo de sua vida. Isso ocorre porque ela pode ser infectada com aos quatro diferentes sorotipos do vírus. Uma vez exposta a um determinado sorotipo, após a remissão da doença, ela passa a ter imunidade para aquele sorotipo específico.

Sua ocorrência é mais comum em áreas de clima tropical, como no Brasil, favorável ao desenvolvimento da larva que rapidamente – em torno de 10 dias atinge sua fase adulta. O mosquito precisa de um local quente e úmido (vasos, pneus ou calhas com água parada, caixa d’água aberta etc) para depositar seus ovos, que são colocados em grande quantidade e eclodem de forma rápida, dentro de 48 horas.

O que são focos de dengue?

Focos de dengue são locais favoráveis para a proliferação do mosquito da dengue. Um dos principais focos da dengue são os recipientes descartáveis, como copos plásticos, garrafas, latas e até mesmo em embalagens vazias de bala. Esses objetos, muitas vezes deixados ao ar livre, podem acumular água da chuva e se tornar criadouros ideais para o mosquito.

Além disso, é importante estar atento aos locais onde a água pode se acumular de forma inadvertida, como calhas entupidas, pneus velhos, pratinhos de plantas e até mesmo brinquedos deixados ao ar livre. Qualquer recipiente que acumule água, mesmo em pequena quantidade, pode se tornar um foco da dengue.

Outro ponto de atenção são os locais de difícil acesso e limpeza, como caixas d’água, lajes e cisternas. A falta de manutenção desses locais pode levar ao acúmulo de água parada e facilitar a reprodução do mosquito.

Sintomas:

Nem sempre a infecção apresenta sintomas, o indivíduo pode ter uma dengue assintomática, por exemplo. Porém, quando apresenta, os primeiros sintomas começam, em média, quatro a cinco dias após a picada do mosquito. Os sintomas iniciais são:

  • Febre alta (39°C a 40°C)
  • Forte dor de cabeça
  • Dor atrás dos olhos
  • Náusea
  • Vômitos
  • Manchas vermelhas na pele

Prevenção:

O segredo para evitar a proliferação do mosquito da dengue está em eliminar os criadouros.

A dengue é uma doença causada por um mosquito que prolifera em centros urbanos e ataca principalmente de manhã e no fim da tarde. Eliminar recipientes que possam manter água parada é fundamental.

1. Atente-se aos vasos de plantas

Coloque areia até a borda dos pratinhos para evitar o acúmulo de água. Alternativamente, lave-os uma vez por semana com sabão e escova.

2. Livre-se de objetos que acumulam água

Dê o destino correto a latas, garrafas, potes, pneus e qualquer outro tipo de objeto que possa servir como criadouro, optando pela reciclagem sempre que possível.

3. Armazene garrafas da forma correta

Se você deseja guardar garrafas e outros objetos que podem acumular água, armazene-os tampados ou com a boca para baixo.

4. Evite a contaminação de calhas e caixas-d’água

As calhas devem ser mantidas desobstruídas e livres de folhas e galhos, enquanto a caixa-d’água deve estar sempre bem tampada.

5. Higienize recipientes que armazenam água

Tanques, barris e tonéis utilizados para guardar água da chuva, por exemplo, devem ficar tampados e ser higienizados semanalmente com escova e sabão. As piscinas devem ser tratadas com cloro.

6. Tenha cuidado com o lixo

Amarre bem as sacolas e deposite-as em lixeiras fora do alcance de animais. Não jogue lixo em terrenos baldios.

7. Utilize proteção individual

As medidas coletivas de proteção podem ser complementadas com cuidados como o uso de repelentes e inseticidas, a instalação de mosquiteiros e telas em portas e janelas e a preferência por roupas de mangas compridas.

Conclusão:

Para evitar a proliferação da dengue, é necessário ficarmos atentos à locais onde pode haver água parada, realizando a manutenção constante de certos lugares como vasos de plantas, recipientes que armazenam água, como tanques, barris e caixas d’água, além de realizar a limpeza adequada em piscinas.

Embora a prevenção seja importante, às vezes é difícil controlar completamente a presença do mosquito da dengue em casa. É por isso que contar com serviços especializados de controle de pragas, pode fazer toda a diferença.

A Unicontrol atua há mais de 40 anos no controle de pragas urbanas. Utilizamos técnicas modernas e produtos seguros para controlar a presença de mosquitos e outros insetos em casa. Oferecemos uma variedade de serviços, como inspeção e monitoramento, controle de mosquitos, controle de pulgas e carrapatos, controle de formigas, entre outros. Atendemos em todo o Brasil. Entre em contato e solicite um orçamento.

Leia também: Como acabar com larvas de mosquitos de uma vez por todas

Perguntas frequentes sobre Focos de Dengue

O que são focos de dengue?

Focos de dengue são locais onde o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, encontra condições ideais para depositar seus ovos e se reproduzir, como água parada em recipientes.

Quais são os principais locais onde os focos de dengue podem se formar?

Os focos podem se formar em pneus, garrafas, vasos de plantas, calhas entupidas, caixas d’água destampadas, piscinas não tratadas, entre outros locais que acumulem água parada.

Como posso identificar um foco de dengue em minha casa?

Verifique regularmente áreas onde possa haver acúmulo de água parada, especialmente após chuvas. Inspecione recipientes, calhas, ralos e outros locais propensos a acumular água.

Quais são os riscos associados aos focos de dengue?

Focos de dengue aumentam a população do mosquito Aedes aegypti, elevando o risco de transmissão de doenças como dengue, zika e chikungunya.

Quais medidas posso tomar para eliminar focos de dengue?

Elimine recipientes que possam acumular água, tampe caixas d’água, mantenha piscinas tratadas, limpe calhas e ralos regularmente e descarte corretamente objetos que possam acumular água.

Como a dedetização pode ajudar no controle de focos de dengue?

A dedetização profissional utiliza produtos específicos para eliminar larvas e mosquitos adultos, reduzindo a população do Aedes aegypti e interrompendo o ciclo de reprodução.

Quais produtos são utilizados na dedetização contra o mosquito da dengue?

Produtos larvicidas e inseticidas são aplicados em áreas críticas para eliminar larvas e mosquitos adultos de forma eficaz e segura.

Com que frequência devo realizar a dedetização para controle de dengue?

A frequência depende da região e da incidência de casos de dengue, mas geralmente é recomendada a cada três meses em áreas de alto risco.

Quais são os benefícios de contratar uma empresa profissional de dedetização?

Profissionais possuem conhecimento técnico, utilizam produtos adequados e realizam o serviço de forma segura e eficaz, garantindo a eliminação dos focos de dengue.

Como posso contratar os serviços de dedetização da Unicontrol?

Entre em contato com a Unicontrol para obter uma avaliação gratuita e personalizada. A empresa oferece serviços de controle de pragas em todo o Brasil, com mais de 40 anos de experiência no mercado.

5/5 - (3 votes)

Enchentes e Pragas: Riscos e Soluções

As enchentes, frequentemente desencadeadas por chuvas intensas e desequilíbrios climáticos, têm efeitos devastadores em várias frentes. Além dos danos materiais óbvios, como casas inundadas e infraestruturas danificadas, esses eventos

Leia mais »