DENGUE: Saiba como identificar os sintomas da doença!

DENGUE: Saiba como identificar os sintomas da doença!

A dengue é uma doença febril de origem viral, causada pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti contaminada com um dos quatro sorotipos do vírus existentes atualmente. A doença muitas vezes pode ser assintomática e passar despercebida, mas também pode apresentar diversos sintomas e em alguns casos, evoluir para uma forma grave.

Histórico da doença

Os primeiros casos de Dengue relatados no Brasil ocorreram entre o final do século XIX e início do século XX. Em 1955 o Brasil chegou a erradicar o mosquito com medidas de combate à febre amarela, porém com o relaxamento dos cuidados, após alguns anos ele voltou a se proliferar em diversas regiões.

Surto de dengue no Brasil

Segundo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, no primeiro trimestre deste ano, foram registrados 204 mil casos de dengue no Brasil. O número representa uma alta de 55% em relação ao mesmo período do ano passado.

Somente no estado do Rio Grande do Sul, estado que se encontra em alerta máximo contra a doença, as infestações foram registradas em mais de 89% das cidades gaúchas, o maior número nessa situação desde o ano 2000, com mais de 10 mil casos de contaminação e 11 óbitos confirmados pela doença.

Como identificar a dengue:

A maioria dos casos são assintomáticos, porém nos casos sintomáticos podemos ter as seguintes apresentações da doença: 

  • Dengue clássica: os principais sintomas são febre alta repentina (39°, 40°), dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, cansaço e manchas vermelhas. Sintomas gastrointestinais como vômitos e diarreia podem estar presentes, mas são menos comuns. Os sintomas duram em torno de 7 a 10 dias;
  • Dengue hemorrágica: além dos sintomas anteriores, ainda aparecem hemorragias nasais e gengivais, podendo até mesmo apresentar sangramento vaginal ou hematomas no corpo;
  • Dengue grave: nesse caso, há um alto risco quando o paciente apresenta sintomas neurológicos como amnésia, delírio e sonolência, hemorragia digestiva, problemas cardiorrespiratórios ou insuficiência hepática, podendo levar a óbito. 

Saiba como se proteger da dengue:

A principal forma de prevenção é evitando a proliferação do mosquito transmissor eliminando locais com água parada. Para isso, é importante seguir as seguintes medidas:

  • Descartar adequadamente objetos que acumulam água;
  • Não deixar água nos vasos de plantas e nem nos pratos dos vasos;
  • Limpar plantas que acumulam água, como bromélias;
  • Manter piscinas tratadas o ano inteiro;
  • Manter caixas d’água e cisternas fechadas;
  • Limpar calhas;
  • Desentupir ralos;
  • Limpar o pote de água de animais.

Além desses cuidados, o uso de repelentes pode ajudar a evitar as picadas ao comparecer em locais com infestação de mosquitos. Também é possível denunciar focos, ligando para o telefone 150, da Vigilância Sanitária do RS ou entrando em contato com a prefeitura de sua cidade. 

Vale ressaltar também, a importância de combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti, uma vez que, além de dengue, ele ainda pode transmitir outras doenças como a zika e chikungunya.

Em casos de infestação de mosquitos, o que fazer?

Caso uma infestação de mosquitos seja identificada em determinado local, dificilmente o problema será controlado com métodos tradicionais ou caseiros, como o uso de citronela ou outros tipos de repelentes.

Nesses casos, o ideal é que seja feito uma desinsetização no local, através de uma termonebulização (aplicação de fumaça) ou pulverização, com produtos profissionais que eliminam todos os mosquitos adultos presentes no local, acabando com a infestação de forma simples e rápida.

É importante também, eliminar as larvas que estão em pontos de acumulo de água, para que não haja um novo surto. Isso pode ser feito através da aplicação de larvicidas diretamente nesses pontos, para a eliminação das mesmas.

A Unicontrol, que há mais de 40 anos vem contribuindo para o controle de pragas urbanas, possui licenciamento completo em todos os órgãos ambientais e equipes devidamente capacitadas, através de um programa permanente de treinamentos técnicos e segurança do trabalho.

Entre em contato e solicite um orçamento gratuito para sua casa ou condomínio, em poucos minutos. Disponibilizamos atendimento em todas as regiões do Brasil. 

Avalie

Potó: O Besouro-de-Fogo e seus Perigos no Brasil

Se você já passeou em uma noite quente e úmida nas regiões tropicais do Brasil, pode ter notado um pequeno besouro de cor preta com manchas vermelhas ou alaranjadas em suas asas. Este é o besouro-potó, também conhecido como besouro-de-fogo, do gênero Paederus.

Leia mais »
Limpeza de estofado

5 Motivos para Higienizar Seu Estofado

Quando você se senta no seu sofá favorito, não está apenas relaxando; está compartilhando espaço com uma miríade de pequenos inquilinos. Os ácaros, esses seres microscópicos, têm uma vida agitada nos seus estofados. Vamos explorar de forma rápida, além da superfície e

Leia mais »
Desinfecção de áreas inundadas, Enchentes e Controle Pragas

Enchentes e Pragas: Riscos e Soluções

As enchentes, frequentemente desencadeadas por chuvas intensas e desequilíbrios climáticos, têm efeitos devastadores em várias frentes. Além dos danos materiais óbvios, como casas inundadas e infraestruturas danificadas, esses eventos

Leia mais »